- Comparte prácticas, ejemplos y artículos aquí.

- ¿Cuáles son las cuestiones y desafíos esenciales que necesitamos destacar al procurar la innovación del proceso de evaluación en la era del co-aprendizaje?

- Compartilhe práticas, exemplis e artigos aqui.

- Quais são as questões e desafios essenciais que necessitamos destacar quando procuramos inovação no processo de avaliação na área de co-aprendizagem?

Vistas: 2273

Respuestas a esta discusión

Gana una tablet respondiendo a la pregunta: ¿Cómo debería ser la educación del siglo XXI?

Te invitamos a continuar participando en el debate sobre Educación. Responde a la pregunta y puedes llevarte un premio por tu participación. 

PARTICIPA AQUÍ

 

 

Ola Alexandra,

Acho que avaliação pode ser o ponto de partida para mudar muita coisa na educação. Da forma como está concebida hoje, esta avaliação tradicional, onde a prova e o instrumento de medida e a nota do aluno o termômetro do desempenho dele, (apenas dele), esse modelo não permite muitos avanços. Eu trabalho a muitos anos com licenciaturas e sempre fiz uma pergunta chave para meus alunos e futuros professores: Se a gente pudesse (e a gente pode) atribuir peso aos resultados das provas (e outras formas de avaliação tradicionais) que conectasse as notas as responsabilidades de outras pessoas nas escolas sobre elas? Por exemplo, quando a escola não tem uma boa biblioteca, quando o ambiente muito barulhento não permite que haja uma concentração para o estudo, quando falta um bom planejamento que propicie desafios para os alunos em seus trajetos de aprendizagem, problematizando e provocando reflexões que levem a uma pesquisa bem fundamentada e conclusões adequadas, quando temos condições estruturais precárias, desfavoráveis, será que tudo isso não reflete no desempenho do aluno? Se estas notas negativas fossem divididas entre todos os responsáveis pelo baixo rendimento escolar dos estudantes, qual o percentual dela que deveria ser atribuído ao diretor da escola/secretários de educação/prefeitos/governadores/pais/professores etc?

Os desafios são muitos e são grandes também, mas vejo que esta concepção  de coaprendizagem e de coavaliação podem trazer discussões importantes que podem deflagrar um processo de repensar as nossas práticas seculares nesta área.

Silvar,

Excelente reflexão! Em outras áreas os profissionais são até "caçados" e podem perder o direito de exercerem sua função... em Educação a culpa é do aluno que não aprende. Sendo que aprender é natural, é orgânico, é vital. Nesse sentido, o professor também não deve "se culpar" achando que então não ensina... mas assumir um papel mais neutro, sair do protagonismo e ser um mediador... um mediador que não impede o sentido de um caminho de aprendizagem a ser percorrido.

Abraços

Muito boa a reflexão mesmo...nunca tinha pensado dessa forma. Realmente, dessa forma não há muitos avanços, porque o enfoque está somente no aluno e a escola não consegue perceber onde pode aprimorar. Infelizmente, esse processo envolve muitas coisas....e já percebemos a grande lacuna que há entre uma escola pública e particular, por exemplo. Será que a nota é o melhor método de se avaliar?

Confesso que ficarei refletindo sobre seu levantamento.!!

Olá Renata,

Colocaríamos ainda uma outra pergunta nessa reflexão: faz sentido avaliar com notas? Talvez a pergunta não deva mais ser se é ou não o melhor método, mas se faz sentido ainda. Será?

É bastante intrigante que as escolas usem explícitamente termos como autonomia, autocrítica, processo, entre outros bastante comuns em seus Projetos Políticos Pedagógicos (PPP) e, ao mesmo tempo, recorrem às notas para medir resultados. Parece incoerente, não?

Exato....bem incoerente!

Palavras corretas para explicitar o que quis dizer...!

Infelizmente, escolas viraram negócios.....! 

Vamos continuar então essa reflexão mas dando passos concretos, lá onde estamos atuando, trazendo novas abordagens e possibilidades reais e respeitosas! 

:) Estamos no caminho!

Isso mesmo....concordo! Só refletindo e discutindo para evoluirmos!

Acredito que um grande desafio é a participação popular de pessoas que ainda não tem acesso a tecnologia de uma forma global. Penso que a Literacia digital seja um grande passo nesse processo. Por exemplo, e desafio de trazer o senso comum e descrever as crenças e proposições que aparecem como normal, sem depender de uma investigação detalhada para alcançar verdades mais profundas como as científicas. Como fazermos e chegarmos a população que detém esse conhecimento? O senso comum é importantíssimo no processo de criação.

Rossana,

Muito relevante você trazer este ponto. Será que a sociedade chamada *do conhecimento* está "usufruindo" da capacidade democratizadora das TIC?

Como fazermos e chegarmos a população que detém esse conhecimento?  Será que é uma questão de tempo... até que os chamados "imigrantes digitais" não estejam mais por aqui? 

Acreditamos que não... aqui no Brasil, por exemplo, não podemos dizer que todos aqueles que nasceram depois dos anos 80 são nativos em tecnologias (falando desses conceitos em si). Isso faz com que a socidade seja mais ou menos democrática? É por aí a valoização do senso comum?

Continuamos...

Realmente Rossana....esse é um ponto significativo. Não se pode tirar uma cultura que se vêm do senso comum. Acredito que o ideal seria juntar essas duas coisas e aumentar o conhecimento. Ou seja, sempre respeitando e tentando progredir.

É Renata, juntar as duas coisas é o ideal, concordo! Mas vamos pensar em como fazer isso sem uma política adequada de Banda Larga para pessoas que não tem acesso a rede. 

É bem verdade que se temos as ferramentas mas não temos a educação (os educadores ali presentes e qualificados) como fazer? Temos uma questão mais séria, o tal do analfabetismo funcional que teima em se fazer presente entre nosso povo mais humilde e pobre de recursos materiais.

Acredito que a escola é aquele espaço, (ou esse espaço) que a gente deixa os "miúdos e miúdas" pensarem e exercitarem bastante a imaginação. Mas ahi nos deparamos com outra questão levantada por muito dos educadores: E como avaliar esses alunos e alunas?

Sempre digo que problemas tem que vir seguidos de soluções e aqui vai a minha sugestão: Políticas Públicas de Inclusão Digital. 

beijinhos

Rossana

RSS

Nuevo Proyecto Fundación Teléfonica

EXPERIENCIAS EDUCATIVAS SXXI

¿Quieres conocer las últimas experiencias educativas? Asómate al nuevo proyecto de Fundación Telefónica

Encuentro Internacional Educación

imagem enlace à vídeo

Álbum fotográfico

Insiders

imagen enlace a la página de los insiders

imagem enlace à página dos insiders

© 2018   Creada por Encuentro Educación 2012 - 2013.   Con tecnología de

Insignias  |  Informar un problema  |  Términos de servicio