-¿Crees que el homeschooling, unschooling o la desescolarización son hoy una alternativa a la educación institucionalizada?

-¿Las nuevas tecnologías de la información, aliadas o no en el proceso del homeschooling?

-Você acredita que o homeschooling, unschooling ou a desescolarização são hoje uma alternativa à educação institucionalizada?

-As novas tecnologias de informação são aliadas ou não no processo do homeschooling?

Vistas: 1290

Respuestas a esta discusión

Jesus, Juliana, Rita...rica discussao. Vejo nela questoes muito fundamentais. 1. como sobre sai do paradigma escolar a questao do controle centralizado. O que impoe o sentimento de desconfianca,  a necessidade da padronizacao e sobre tudo, a urgencia de sacralizar o sistema escolar. O Governo e seus representantes sao bons o que nao passe por ai adquire o caráter do profano. Nesse jogo a familia terminou sendo cuidadosamente, monstrificada. A familia pode ser, justo porque íntima, tratada como objeto de inquisicao. Elas sao definidas como incompetentes e por pela falta de controle, como periculosas. Ai se tomam alguns exemplos de familias deformadas pelo modelo social em que vivemos e se universaliza. Entao, fica a suspeita sobre todas as familias vs a apologia sobre todas as escolas. A escola é boa e a familia ruim. 

Todo esse modo de articular o discurso do poder, definitivamente, carece de auto análise. Vejam, faz muito mais mal o macro poder que o micro poder quando um deles se deforma. 

Outro tema que se oculta nesse discurso é a idéia da atomizacao da sociedade caso ocorresse a desescolarizacao. Lhes parece que as familias vao voltar cada uma pra uma caverna. Nao conseguem nem perceber o que ja é uma prática: a construcao de redes de familias a partir das novas tecnologias. A vivencia cada vez mais extensa de compartilhamentos soncronicos e asincronicos. Maquiavélicamente ou ingenuamente se trata a desescolarizacao como se estivessemos na Idade Média e nao em pleno século XXI com tudo e o que este nosso tempo carrega!!!!

Rita,

Gostei muito do seu depoimento! Concordo com você, a questão aqui não é fazer do homeschool o sistema escolar  atual. É uma proposta, como tantas outras, que atende necessidades específicas, é uma alternativa para algumas famílias, não para todas as famílias.

Ontem no debate, a Ana Thomaz esclareceu mais uma vez: não se pode processar uma família que optou por educar seus filhos em casa, não há argumentos que justifique abandono intelectual, que é o que alegam. Pelo contrário, só que o processo se dá por outras vias. As famílias que querem e têm condições de optar por esta alternativa devem ficar mais tranquilas e confiantes nesse potencial.

Edilberto,

Apesar das experiências maravilhosas que vemos por aí, ainda temos essas questões do velho paradigma muito enraizadas que são difíceis de serem rompidas. Tais experiências, novas, estão aí acontecendo mas ainda assim parecem invisíveis. Mas estamos vivendo uma transição!

Me veio uma comparação pessoal, o fato d'eu não comer carne já um "espanto" para muitos e para algumas pessoas que estão bem perto de mim... já sinto um certo "hum... mas isso não tem sentido, por quê, pra quê"... imagino o que não passam as famílias que assumem se aventurar pela desescolarização.

 

Jesus, talvez ajude assistir ao documentário Educação Proibida e a um par de algumas entrevistas sobre desescolarização,i pra entender o que Edilberto chama de padadigma da escolarização. 

Link do filme: http://www.youtube.com/watch?v=-1Y9OqSJKCc

Link das entrevistas: http://www.youtube.com/playlist?list=PL0DS_vN7pR82E-LU1j-YJ0T2HcRSH...  (Recomendo mais especificamente as entrevistas com Ana Thomaz, Edilberto Sastre, Sabrina Campos)

Abç,

Yanna

Obrigado! que bom!

Vele acrescentar que em uma entrevista que fiz ao diretor de a Educacao Proibida, Doin, me comentou que no processo de filmar e pesquisar sobre escolas alternativas, se deparou com o tema do unschooling/homeschooling, que ficou apenas mensionado no documentario. Entao lhe perguntei se ele matricularia sua filha, mesmo numa das escolas ditas alternativas que encontrou durante as filmagens, e ele me disse: sinceramente, nao. 

Bom dia a todos!

Edilberto, conte-nos um pouco sobre o seu projeto do documentário "A vida fora da escola"? Como surgiu esta iniciativa? 

Como estão se mobilizando para coletar depoimentos? O documentário abrange que países? 

Enfim... conte mais!

Obrigado pela pergunta. Estamos num momento critico...a eterna falta de recursos. Mas pouco a pouco a realizacao do documentário toma seu curso. Nao se trata de algo profissional. E mais o desejo de deixar ver o que ocorre em diversos cantos do mundo. Fomos ao primeiro Congresso mundial sobre o tema em berlim, em novembro passado e filmamos gente dos cinco continentes. Um amigo espanhol, Raúl Gandoy, filmou entrevistas no Encontro Europeu ocorrido este ano em Madri. 

Falta muito ainda...a ideia é ver o que esta acontecendo no mundo. Mas o desafio é enorme e teremos que ser muito criativos para a través das redes sociais possamos continuar a reunir material.  Assim, que fica a qui o convite para dar ideias, aportes, pitacos, redirecionamentos. 

A Ideia foi colocada no Festival de Ideias organizado em SP e ganhou o aval do Festival e um recurso que deu conta da viagem a Berlim. Teremos que aprender muito sobre financiamento coletivo e tudo mais para continuar. Mas, nao tenho `pressa, na medida em que mais e mais gente se aproxima no grupo do facebook estou seguro que alcancaremos a massa critica suficiente para reunir as competencias necessárias e os recursos para que, no tempo, o documentario aconteca.

Conte comigo!

E tu comigo!!!!

Edilberto, voltando a construção desse processo, uma vez atravessado o umbral do paradigma escolar, tenho algumas dúvidas:

1) Há alguma "nova" abordagem sobre desenvolvimento infantil além de Piaget e cia que amplie nossa visão nesse processo de formação do ser?

2) O que vc recomendaria como primeiros passos nessa fase de estruturar nosso próprio caminho de desescolarização com os filhos?

Yanna..tens mensionado Maturana. Hoje essa visao da biologia e da sociedade tem permeado muitos pensadores da educacao, da psicologia, da sociologia e da politica. 

Recomendo ler tambem um texto que ainda me da muito o que pensar que se chama : No principio era a educacao. 

Ora, na medida em que avanzamos empiricamente sobre os elementos do novo paradigma, o que temos que concentrar-nos é na questao da aprendizagem. Como aprendemos? Ai, o panorama é interessante e vale a pena explorar territórios sem deixar de ir capturando elementos enquanto vivimos e observamos como, quando e porque os nossos filhos aprendem.

Sobre isso escrevi os seguintes posts:

http://desescolariza.blogspot.com/2011/11/quando-posso-dizer-que-es...

http://desescolariza.blogspot.com/2011/11/como-posso-saber-que-esto...

RSS

Nuevo Proyecto Fundación Teléfonica

EXPERIENCIAS EDUCATIVAS SXXI

¿Quieres conocer las últimas experiencias educativas? Asómate al nuevo proyecto de Fundación Telefónica

Encuentro Internacional Educación

imagem enlace à vídeo

Álbum fotográfico

Insiders

imagen enlace a la página de los insiders

imagem enlace à página dos insiders

© 2020   Creada por Encuentro Educación 2012 - 2013.   Con tecnología de

Insignias  |  Informar un problema  |  Términos de servicio