- ¿Qué es la Educación Viva para vosotros? ¿Cuáles deben ser los valores más importantes para trabajar en la  Educación?

- ¿Cómo estimular y desarrollar las habilidades y competencias que son exigidas por la sociedad dentro del espacio educacional?

- ¿Cómo transformar el discurso de trabajo con esos valores en prácticas efectivas para el crecimiento personal de cada individuo?

 

- O que é Educação Viva para vocês? Quais os valores mais importantes para serem trabalhados na Educação?

- Como estimular e desenvolver tantas habilidades e competências que são exigidas pela sociedade dentro do espaço educacional?

- Como transformar o discurso do trabalho com esses valores em práticas efetivas para o crescimento pessoal de cada indivíduo?

Vistas: 4339

Respuestas a esta discusión

Bem vindos!

Nos dias de hoje, há uma permanente busca de iniciativas e modelos que formem crianças,
jovens e adultos de maneira completa. A sociedade e o mercado de trabalho demandam
indivíduos responsáveis, autônomos, dialógicos, com bagagem cultural, facilidade em
trabalhar em equipe e múltiplas habilidades e talentos.

Este fórum pretende criar um debate sobre maneiras de aplicar estes valores, habilidades e
competências na prática a partir das realidades de diversas maneiras de educar e também de
relatos das iniciativas que conheci pelo Brasil como jornalista (saiba mais sobre o projeto em www.facebook.com/caindonobrasil e www.caindonobrasil.com.br).

Para começar, queria ouvir as opiniões de cada participante:

1. O que é Educação Viva para vocês?
2. Quais os valores mais importantes para serem trabalhados na Educação?

Saludos Caio!

Qué buena pinta tiene este espacio de debate, está VIVO. La educación viva para mí es aquella que fomenta el aprendizaje activo, busca formar individuo proactivos y protagonistas en su aprendizaje. Los valores importantes siempre tendrán una dependencia del contexto cultural y social del lugar, pero definitivamente existen algunos que podríamos llamar universales: rescataría el respeto a la diversidad y la tolerancia al diferente y a su diferente opinión.

Creo que no estoy del todo acertado en mi definición de educación viva, pero me encanta aventurarme y errar. Es cuando más aprendemos.

Un saludo y bienvenido Caio!

Buenos días desde Venezuela me incorpore al evento pero bueno ya había terminado, en conclusión para mi la educación en vivo es una experiencia única porque permite el intercambio de ideas y experiencias que hacen del proceso educativo interesante precisamente por el debate de opiniones donde al final se consolidan todas las actividades concretas en el salón.

A pesar del uso de las TIC que implica cambios, estrategias didácticas, métodos entre otros nunca sera la experiencia vivencial sustituida por estos medios de conexión a distancia.

Saludos :)

Jose, que legal ter uma participação da Venezuela! Podemos conversar em português?

Achei bastante interessante esse olhar sobre a troca de ideias e experiências. Isso solicita valores como a empatia (ver o outro), o diálogo e a iniciativa de trabalhar em grupo, concorda?

A questão do trabalho final presencial também é bastante importante. Acredito que as TIC podem auxiliar no processo, mas nunca substituirão este contato presencial.

Na Venezuela há exemplos de escolas e projetos que seguem uma Educação Viva? Eles usam as TIC para este processo ser consolidado?

Abraços e muito obrigado!

Obrigado pela participação, Equipo Fund. Telefónica ESPAÑA!

Também acredito que a Educação Viva está neste caminho. Existem muitas escolas na Espanha seguindo este modo de educar? Como elas conseguem aplicar esses valores da diversidade no dia a dia da escola?

Vamos debatendo! :)

Hola Caio!

Existen bastantes escuelas que fomentan este tipo de aprendizaje, no es lo habitual, pero hay mucho docente convencido de la importancia de lo vivencial en el aprendizaje. No hay mejor manera de acercar la escuela a la comunidad, a veces la escuela se encierra y genera escenarios de aprendizaje demasiado artificiales, muy alejados de la realidad que le espera al aprendiz fuera.

Un saludo!

Verdade, a Educação precisa estar bastante alinhada à realidade e às vivências. Em Brasília, capital do Brasil, conheci um projeto em uma escola pública tradicional que trabalhava muito com as vivências. 

O Re(vi)vendo Êxodos é um projeto inserido na grade curricular da escola e que conversa com outras disciplinas. Os estudantes pesquisam sobre uma determinada região a partir de três pilares: patrimônio, identidade e meio ambiente. Durante o ano, realizam diversas pesquisas e vários produtos prévios. No fim do ano, vão à campo e passam duas semanas caminhando cerca de 15km por dia para viver e explorar tudo aquilo que pesquisaram durante o ano. Eles passam por várias cidades e comunidades, que os recebem e trocam conhecimentos com os jovens.

Tive a oportunidade de conversar com monitores do projeto, que já haviam sido alunos. A experiência mudou a maneira como eles se envolvem com o meio ambiente, com a sociedade e com o coletivo. Foi bastante interessante observar o crescimento individual desses estudantes. O projeto tem um blog: http://revivendoexodos2001.wordpress.com/

Vocês têm dicas de projetos da Espanha para conhecermos?

Um saludo! 

Una de las grandezas de este tipo de aprendizaje es la satisfacción tanto de alumnos como docentes después del proceso. Es espectacular como los jóvenes se implican y quedan satisfechos buscando nuevos proyectos que les hagan comprobar la realidad del alcance todo lo que aprenden.

Maravillosa la experiencia que compartes, experimentar con todos los sentidos al final, todo aquello con lo que les hicimos soñar durante el curso. Es una forma maravillosa de acabar un curso académico.

No logro localizar experiencias concretas de esta metodología de aprendizaje, sigo en ello. El sistema educativo aquí en España está convencido de la importancia de la vivencia en el aprendizaje. Muchas escuelas organizan excursiones constantes para visitar entornos donde poder encontrar práctica real de los contenidos y competencias que trabajan en el aula.

Un saludo Caio.

Olá Caio e equipe da Espanha,

Aqui no Brasil também há muitas visitas organizadas, passeios, que as escolas organizam para que os alunos vivenciem novas experiências, temos muitas "fazendas escolas" aqui, por exemplo. Mas estas iniciativas acontecem periodicamente (muitas apenas uma vez por ano), são uma atividade extra-curricular e nem sempre todos os alunos participam. Enfim, são iniciativas válidas, interessantes, algumas com propostas pedagógicas que motivam os alunos, mas não fazem parte, na maioria das vezes, do cotidiano da escola e dos alunos.

Boa noite, Equipe Espanha e Equipe Brasil!

Realmente, esta iniciativa de levar os alunos para fora da sala de aula para cada ator da aprendizagem "comprobar la realidad del alcance todo lo que aprenden" é fundamental e deve estar presente na Educação Viva.

Como a Equipe Brasil muito bem lembrou. Iniciativas pontuais com esta visão existem no Brasil, mas ainda estamos muito limitados às atividades extra-curriculares e viagens de campo com periodicidade anual. A Outward Bound Brasil faz alguns trabalhos bem legais quando falamos de Educação via Experiências.

 Vamos falando!

Que lindo exemplo! Bem lembrado Caio, a OBB faz um trabalho muito legal.

Olá Caio!

Muito boa noite a você, meu amigo, e a todos os participantes desse Encontro! Para mim a Educação Viva é empoderar pessoas de sua autonomia. É fazê-las reconhecer em suas habilidades individuais a capacidade de promover mudanças para si mesmas e consequentemente para o mundo. É oferecer aos estudantes ferramentas conceituais, associadas ao contexto de cada região, que estimulem um aprendizado constante, que não se esgota aos sair da sala de aula.

Os valores mais importantes para serem trabalhados na Educação, em minha opinião, devem ser relacionados à cooperação mútua como o melhor caminho na busca do desenvolvimento pessoal e social. Fazer o estudante vivenciar e entender o seu papel no mundo, como ator dos avanços ou das regressões humanas, poderá ajudar a criar líderes e colaboradores de referência. 

RSS

Nuevo Proyecto Fundación Teléfonica

EXPERIENCIAS EDUCATIVAS SXXI

¿Quieres conocer las últimas experiencias educativas? Asómate al nuevo proyecto de Fundación Telefónica

Encuentro Internacional Educación

imagem enlace à vídeo

Álbum fotográfico

Insiders

imagen enlace a la página de los insiders

imagem enlace à página dos insiders

© 2020   Creada por Encuentro Educación 2012 - 2013.   Con tecnología de

Insignias  |  Informar un problema  |  Términos de servicio