Muito se fala e pouco-se faz! O mundo precisa de pensadores! Seja um educador! Acredite, você, que está lendo este post, é o PIB intelectual deste país. Ensine! Compartilhe! Mude a nossa realidade!

Já colaborei em sala de aula com quase 3.000 alunos. Domingo, recebi uma carta fantástica. Toda semana recebo um muito obrigado, um livro com uma dedicatória carinhosa, uma mensagem digital dizendo que minhas aulas e palestras ajudaram a vida de outro. Eu sempre me emociono, sempre meus olhos marejam. Sempre choro.

Todos são unânimes precisamos ingressar na educação do século XXI. O que devemos aprender antes de ensinar. Reflita;

  • Com problemas globais, precisamos ensinar globalmente.
  • O Conteúdo deve ser aberto/livre – quanto mais conteúdo na web mais alunos na sala de aula.
  • Instituições globais licenciam seu conteúdo para a web utilzando Creative CommonsAtribuição-Alike-Non-Commercial License. Isso significa que os professores e os alunos são capazes de compartilhar e remixar o conteúdo que está disponível.
  • Poder aos educadores: As escolas devem capacitar e oferecer aos educadores as ferramentas necessárias para divulgar os materiais de ensino a nível mundial.
  • Fornecer conteúdo de grande valor: quer saber mais sobre um determinado tópico? Quer ver o que os professores das instituições de primeira linha ensinam em uma classe em astrofísica, cálculo, engenharia?
  • Capacitar alunos em atividades intelectuais, sem ter que se preocupar apenas com pré-requisitos, vestibular e assim por diante.
  • Oferecer aprendizado para a vida toda: Estudantes independentes e globais que não estão buscando um determinado grau, ou formação, mas estão comprometidos com a aprendizagem ao longo da vida.
  • Reforçando a experiência universitária: as universidades podem postar seus conteúdos online visando mostrar também como é a experiência de estudar lá e que a vivência do campus universitário vale a pena ser paga.
  • Sair do espaço concreto e das aulas cronometradas.
  • Educação em rede em uma sociedade em rede
  • Crowndsourcing e crowndfunding para pagar estudos de pessoas carentes e brilhantes
  • A força dos aplicativos e dos games na educação
  • A aprendizagem não é um ato solitário

Inovação na Educação na Era das Mídias Sociais Vou compartilhar algumas iniciativas em educação da sociedade em rede e nas midias sociais com pitadas de inovação digital, jogos sociais, educação sem fronteiras, Crowndfunding e finaciamento coletivo, sociedade em rede. crondsourcing, games educacionais, a nova sala de aula

Democratizar a educação.

MIT OpenCourseWare liberou na Internet mais de 2.000 cursos – videoaulas, estudos, exercícios, provas, listas de leitura,

cobertura de eventos e palestras foi o pontapé da democratização da educação através da tecnologia. Desde então, mais de 100 milhões de pessoas acessaram o MIT OpenCourseWare. E você?

Várias universidades seguiram o exemplo do MIT como Brigham Young University, Carnegie Mellon University, UC Berkeley, Notre Dame e UC Irvine – e isso é só nos Estados Unidos.

 

Estatísticas do MIT OpenCourseWare mostram que menos de 1% de quem acessa o conteúdo da universidade está realmente fazendo isso a partir do campus MIT. E quase 60% dos visitantes do site estão fora dos EUA.

Jogos sociais para educação

iCivics: um jogo online que ensina técnicas de argumentação aos jovens e estimula o pensamento crítico.

 

Tem por objetivo insipirar os jovens a ganharem discussões sobre assuntos que os interessam, fazê-los praticar a cidadania e conhecer mais sobre política.

Crowndfunding – finaciamento coletivo

Enzi plataforma conecta potenciais estudantes à investidores

Os investidores-anjos oferecem um empréstimo para que estes jovens talentos frequentem o ensino superior. Como aqueles que investem em empresa, estes também recebem retorno e reembolso, assim que os estudantes começarem a gerar renda.

ScholarMatch: platarforma online ajuda estudantes americanos a conseguirem doadores que paguem a universidade

O estudante beneficiado deve mandar relatórios mensais sobre suas notas e progresso nos estudos, para manter o doador atualizado.

Plataformas coletivas

 OpenStudy, um projeto que surgiu da Georgia Tech e Emory University é uma rede de aprendizagem social que suporta com recursos educacionais abertos.

O meu exemplo no Brasil

Hoje, organizo um Grupo de Estudos chamado “Inovadores ESPM” mensalmente discutimos a Sociedade em rede, Economia criativa, Redes sociais, inovação digital e outros assuntos lançados pelos mais de 400 membros. São pessoas da USP, Metodista, PUC, Unicamp todos com um único objetivo estudar e gerar novas formas da economia. Participe aqui

Desconferência que faço aos Domingos no Jardim Botânico para meus alunos e convidados – para muitos – é melhor aula. Todos falam, todos ouvem e todos aprendem. Veja mais detalhes aqui

Minha apresentação “Escolas do século XX, pessoas do século XXI”

Educação em tempos digitais por Gil Giardelli

Sociedade em rede

 Souempresário um lugar para pessoas discutirem os novos caminhos do empreendedorismo na era digital.

A força dos games educacionais

iCam: sistema de games online para educar crianças. Os jogos são educativos e oferecem interação também através da webcam e controles como direção de carro. São mais de 100 jogos disponíveis para download.

A nova sala de aula

London School of Business and Financeanunciou que quer facilitar o acesso à educação de qualidade. Sem custo, qualquer estudante com um computador conectado pode se cadastrar para as aulas no Facebook, e só pagar se decidirem usar o curso como créditos para a faculdade. No Facebook, terão aulas em vídeo e grupos de discussões, tudo acessível se você “curtir” a página.

Notre Dame lançou a primera aula ensinada usando um iPad e materiais feitos para eReader no lugar de cadernos e livros tradicionais. Isso encoraja os alunos a interagirem com o conteúdo, fazerem pesquisas e participarem de discussões.

O site canadense para professores de educação física ThePhysicalEducator.comlançou uma série de posters com QR code. Quando estudantes escaneiam o QR code, eles se conectam automaticamente a um vídeo do Youtube demostrando a habilidade/exercício listado no poster. Uma forma de interagir na aprendizagem de forma diferente e divertida.

A força dos aplicativos

CourseSmart eTextbooks para Android, iPad e iPhone app permite que estudantes acessem seus livros didáticos, leiam e façam anotações virtuais.

A sabedoria das multidões – Crowndsourcing

One Billion Minds é uma platforma inovadora que conecta estudantes/universitários do mundo todo para resolverem problemas de empresas/instituições que buscam soluções para problemas reais. Há grandes prêmios para os colaboradores.

 

Post original em: http://vocesa.abril.com.br/blog/pessoas-do-seculo-21/2011/07/04/est...

Vistas: 74

Comentario

¡Tienes que ser miembro de Encuentro Internacional de Educación 2012 - 2013 para agregar comentarios!

Nuevo Proyecto Fundación Teléfonica

EXPERIENCIAS EDUCATIVAS SXXI

¿Quieres conocer las últimas experiencias educativas? Asómate al nuevo proyecto de Fundación Telefónica

Encuentro Internacional Educación

imagem enlace à vídeo

Álbum fotográfico

Insiders

imagen enlace a la página de los insiders

imagem enlace à página dos insiders

© 2021   Creada por Encuentro Educación 2012 - 2013.   Con tecnología de

Insignias  |  Informar un problema  |  Términos de servicio